Os benefícios da identificação das competências de liderança e do coaching8 min de leitura

Os líderes de amanhã constroem sua Inteligência Emocional hoje

Por Patti Ross

Jovens líderes se beneficiam da identificação das suas competências de liderança e do processo de coaching.

Quando os líderes da Coca-Cola criaram a Coca-Cola Scholars Foundation (uma fundação de bolsas de estudo) em 1986, me perguntei o que eles poderiam achar da fundação depois de 27 cursos, 5.600 alunos e US$56 milhões em bolsas de estudo. Eu acho que eles ficariam contentes com o desenvolvimento do nosso programa de bolsas de estudo e liderança.

A missão da fundação é a de “fornecer programas de bolsas de estudo e oportunidades de enriquecimento vitalícias em suporte ao desejo das pessoas por conhecimento e por fazerem a diferença no mundo”. Por mais de 25 anos, a fundação investiu em estudantes que mostraram um potencial em liderança, não só no meio acadêmico, mas na dedicação e nas ações que afetam os outros positivamente.

Desde 2008, nós integramos o conceito de Inteligência Emocional dentro da nossa programação, especificamente para os bolsistas de graduação, mas também para nossos alunos e nossa equipe. Os objetivos são duplos: um acaba por ser fraco, mas valioso; o segundo vai bem no alvo.

Fraco, mas valioso

Tendo lido milhares de requerimentos* desde 1994, me pareceu que nossos bolsistas vindos de origens mais difíceis poderiam achar que o ajuste às novas circunstâncias da faculdade fosse muito difícil. A avaliação do Quociente de Inteligência Emocional (EQ-i®) ofereceu um perfil para uma conversa ser iniciada, em vez de se criar suposições em cima de suas candidaturas*. Nós acreditamos nesse fato oferecendo a estes jovens líderes uma ferramenta valiosa para eles identificarem e gerirem suas emoções diante das incertezas e desafios da vida universitária. Desde 2010, quase 1.000 bolsistas fizeram o EQ-i 2.0®.

Então, eis a suposição errônea: os bolsistas que vêm de um background mais complicado têm uma baixa pontuação da Inteligência Emocional. Mas na verdade, muitos dos bolsistas são muito bons nas competências da IE, apesar da origem socioeconômica ou cultural. No entanto, eles não tinham consciência dessas habilidades altamente desenvolvidas.

Ter tal consciência é algo poderoso.

A confiança obtida em uma conversa aberta e significante

Eu já realizei muitas leituras sobre as diferentes interpretações da Inteligência Emocional e conversei com pesquisadores e educadores, então percebo que há muitas interpretações desse termo popularizado. Nós queremos oferecer aos bolsistas da Coca-Cola oportunidades únicas que eles poderão não obter, a não ser durante o tempo na faculdade.

São dadas aos bolsistas a oportunidade de realizarem o EQ-i® voluntariamente. Nós estamos cientes de que o EQ-i® não foi feito para ser usado isoladamente. Entretanto, ele dá um ponto de partida para que nós tenhamos uma conversa confidencial sobre seus objetivos, aspirações e sentimentos, à medida que navegam na jornada universitária.

As conversas variam significativamente, mas eu acho que é mais satisfatório quando um bolsista começa a identificar de onde alguns dos seus sentimentos vêm antes mesmo de eu fazer uma pergunta.

O Leadership Development Institute (Insituto de Desenvolvimento de Liderança)

Em 2014, criamos o Leadership Development Institute (LDI), durante o Final de Semana dos Bolsistas em Atlanta, onde eles se reúnem pela primeira vez. Os bolsistas da Coca-Cola são motivados e incentivados a desenvolverem o pensamento crítico e a mentalidade voltada à comunidade, que representa escolas de Ensino Médio em todo o território norte-americano.

O LDI fornece 8 horas de aprendizado experimental com foco na empatia, consciência, ambição e inspiração. Nós convidamos 30 alunos (geralmente aqueles que já estão empregados ou passam por treinamento profissional há 8 ou mais) para se juntarem a nós em Atlanta, a fim de serem os facilitadores do grupo.

O LDI também oferece um cenário seguro para os jovens líderes na medida em que podem se engajar com pares que têm a mentalidade parecida e que já sentiram o isolamento proporcionado pelo próprio papel do líder, as alegrias do sucesso e os medos que já vivenciaram. Este cenário também estabelece o trabalho individual que eu continuo a fazer com os bolsistas após eles voltarem para casa.

O instituto tem apenas 2 anos, o que significa que o programa ainda está sendo desenvolvido. O que nós diríamos aos outros que buscam criar um programa assim seria: “ouça os seus componentes”. Os alunos forneceram um feedback valioso sobre o que poderiam melhorar no período em que vivenciaram o Final de Semana dos Alunos, e uma das sugestões em geral foi o treinamento de liderança. Muitas vezes ouvimos dos bolsistas que o final de semana em Atlanta foi algo para ser destacado em sua experiência no Ensino Médio. Isso para nós é um tremendo elogio, pois sabemos que isso criará o início de uma poderosa rede de jovens líderes.

Impacto

O que aprendi sobre os efeitos da Inteligência Emocional? Essa pergunta sempre me dá calafrios, pois é o gatilho que me faz lembrar de muitas histórias incríveis. Muitos bolsistas possuem pais ou mães que estão ou estiveram presos. Eu ouço histórias sobre como um adolescente se torna distante do ambiente escolar pelo fato de seus pais não serem presentes ou de trabalharem por muitas horas. Também ouço coisas sobre jovens que nunca passaram por dificuldades. Mesmo assim, todos estes estudantes apresentam conquistas invejáveis.

Mais de 85% dos bolsistas realizam o EQ-i® todo ano. Em 2010, 88% realizaram a avaliação; 50% participaram de uma sessão de feedback. Em 2014, 85% fizeram o teste e 83% tiveram uma sessão de feedback.

O aumento no feedback é proporcional à confiança que eu tenho sobre as sessões de feedback. Depois de eu reconhecer que o que eles compartilharam durante a sessão era tão relevante quanto o que eu poderia adicionar, o verdadeiro espírito do coaching surgiu de forma mais bem-sucedida.

A MHS Assessments ajudou a Fundação com um breve teste pré e pós para avaliar se poderíamos ou não determinar o impacto. Pegamos seis perguntas do EQ-i 2.0® relacionadas à autoestima, consciência emocional e empatia, e pedimos aos bolsistas de 2014 para avaliarem de “sempre” até “nunca”. As mesmas perguntas foram apresentadas um mês depois do treinamento.

Tornou-se claro que, antes do programa de treinamento, muitos dos bolsistas não tinham exemplos bem definidos de como um líder incorpora cada uma dessas competências. Como resultado, os bolsistas deram pontuações mais baixas para eles mesmos no pós-teste. Enquanto isso mostrava um crescimento significativo dos bolsistas, isso não era nenhuma surpresa.

Quando as medidas do pré-teste e do pós-teste são usadas para determinar mudanças no comportamento, às vezes é o benchmark individual em relação à performance ideal que muda, e não as pontuações de seu próprio desempenho.

Eu forço nossos bolsistas a reconhecerem o valor do autoconhecimento, pois qualquer posição de liderança que assumirem envolve os outros. Isso tem se tornado a força que guia meu trabalho com a Inteligência Emocional.

Uma Cultura de EQ

Atualmente, a Inteligência Emocional é parte da cultura dos bolsistas. Eu escrevo mensalmente um pequeno texto em nossa newsletter que geralmente se alinha com uma habilidade da Inteligência Emocional, como assertividade, expressão ou controle dos impulsos. Muitos dos nossos bolsistas agora são pais, e minhas anotações podem ser significativas à medida que eles criam seus filhos como uma outra geração de tomadores de decisão.

Trabalhar com estudantes que mostraram ser excelentes no meio acadêmico, possuem uma liderança positiva e que são exemplos de cidadania, é, obviamente, um presente.

A esperança é de que tais habilidades que introduzimos os tornem melhores líderes.

Além de ser representante exclusiva no Brasil de empresas como a MHS, oferecendo a Certificação em Inteligência Emocional com EQ-i 2.0®, a FELLIPELLI também  tem em seu portifolio o programa Líder Emocionalmente Eficiente. Com ele,  você descobrirá o que é Inteligência Emocional e como ela é importante para sua vida. Aprenderá a interpretar seu resultado do EQ-i 2.0®, entendendo seu modus operandi emocional, melhorando a qualidade de suas relações e decisões, percebendo a importância do autoconhecimento e autoconsciência nos conflitos do dia a dia.

Fale com nossos especialistas e conheça nossos cursos/assessments exclusivos.

Tema: Inteligência Emocional, EQ-i 2.0®.

Subtema: Introduzindo a Inteligência Emocional em um programa de bolsistas para jovens líderes.

Objetivo: Desenvolvimento de Liderança, Coaching, Coaching nas Empresas, Desenvolvimento de Equipe, Tea building, Autoconhecimento.

Este conteúdo é de propriedade da Fellipelli Consultoria Organizacional. Sua reprodução; a criação e reprodução de obras derivadas – a transformação e a adequação da obra original a um novo contexto de uso; a distribuição de cópias ou gravações da obra, na íntegra ou derivada -, sendo sempre obrigatória a menção ao seu autor/criador original.

Reader Interactions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fellipelli