Empatia objetiva: Como os líderes devem gerenciar esta habilidade vital3 min de leitura

Figura 1 A importância do líder na relação de parceria da equipe.

Dita como uma das habilidades de liderança mais importante, a empatia fomenta a conexão e a confiança. Este traço valioso permite que os colaboradores se vejam como parceiros, em vez de competidores.

Dito isso, muitos líderes preferem não se aproximar do seu pessoal. Não querem misturar questões pessoais com os negócios; eles traçam uma linha definitiva entre o que garante a atenção no local de trabalho e o que deve ficar da porta para fora. Mas, como eles determinam exatamente onde essa linha fica? É aí que a atenção plena entra em cena. Sem empatia, os líderes não terão a capacidade de compreender seu pessoal, o que é uma receita desastrosa. Não importa o quanto os gestores prefiram manter uma barreira emocional ao seu redor, esse comportamento não produz um resultado positivo. Na verdade, esse tipo de atitude gera muito ressentimento por parte dos empregados, visto que eles sentem que seu líder não se importa com o bem-estar de todos.

Figura 2. Empatia e compaixão, equilíbrio.

Por que a empatia é importante?

Os líderes empáticos aumentam o moral dos funcionários criando conexão e inspirando confiança. Em troca, eles reduzem a taxa de rotatividade do empregado e criam um forte senso de lealdade à empresa. Eles se tornam capazes de compreender exatamente o que motiva seu pessoal, tanto como indivíduo quanto como equipe. Além disso, eles compreenderão por que certas pessoas têm dificuldades, e quando isso pode sair do controle.

Praticar corretamente a empatia é uma arte.

Muitos líderes se esforçam para compreender a perspectiva de outra pessoa. No entanto, eles nem sempre conseguem captar todo o escopo de como seus empregados são afetados. Muitas vezes, eles tentam imaginar como eles se sentiriam em um determinado cenário, mas falham em capturar o ponto de vista individual. Em vez disso, eles devem ver as coisas através dos olhos da pessoa. Embora seja mais fácil dizer do que fazer, é uma forma de comunicação e compreensão mais honesta.

Empatia objetiva

Ainda que empatia seja importante para qualquer relação, seja profissional ou pessoal, nem sempre ela é produtiva. Os líderes podem se pegar priorizando o bem-estar de uma pessoa em detrimento de outras da equipe. Pior ainda, certas pessoas podem começar a tirar vantagem disso. Em troca, isso pode gerar conflitos entre os colegas, além do ressentimento com os superiores.

Sendo assim, os líderes devem garantir que estejam conscientes das suas respostas emocionais.

Eles devem estabelecer uma distância entre suas reações iniciais e as ações subsequentes. De forma equilibrada, não podem demorar demais para agir ou esquecer como a perspectiva de uma pessoa os afeta. Ao contrário, os empregados podem sentir que a reação foi dissimulada.

A empatia objetiva envolve ser consciente sobre a reação emocional do outro, sem deixar de praticar a compaixão.

Fonte: https://www.prevuehr.com/resources/insights/objective-empathy-leaders-must-manage-vital-skill/

Traduzido e revisado por Consultoria Organizacional.

Tema: Prevue®

Subtema: Como usar a empatia como forma de estabelecer parceria na equipe.

Objetivo: Team Building, Desenvolvimento de Equipe, Desenvolvimento de Liderança, Coaching nas Empresas.

 

Este conteúdo é de propriedade da Fellipelli Consultoria Organizacional. Sua reprodução; a criação e reprodução de obras derivadas – a transformação e a adequação da obra original a um novo contexto de uso; a distribuição de cópias ou gravações da obra, na íntegra ou derivada -, sendo sempre obrigatória a menção ao seu autor/criador original.

Veja também

Transição para a Liderança: Quando os gestores fracassam

Clique aqui

Reader Interactions

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.