Seja um líder multicultural: a importância da gestão multicultural4 min de leitura

A Gestão Multicultural nos ambientes globalizados é fundamental. Compreender e conviver com as diferenças e mediar os conflitos devem ser atividades muito bem executadas por líderes preparados para a vivência em ambientes multiculturais, para que assim, se explore ao máximo as potencialidades da equipe, promovendo o desenvolvimento e obtendo resultados excepcionais e eficazes.

grande lider

[member_first_name], com o processo de globalização crescente, a convivência com diferentes culturas e nacionalidades passou a ser cada vez mais normal e necessária, nos ambientes corporativos. Saber lidar com as diferenças, com os dilemas e obstáculos no trabalho em equipe, constitui a denominada “Gestão em Ambientes Multiculturais”.

Se por um lado tem-se problemas gerenciais, comunicacionais, culturais e sociais, por outro tem-se, o conhecimento de distintos cenários, a compreensão das diferenças dos clientes, as diferentes perspectivas sobre determinado assunto, a criatividade, as diferentes origens, histórias e visões, que contribuem para a produtividade e eficácia dos resultados. Porém, cabe ao líder/gestor da equipe balizar as diferenças, compreender as semelhanças e os diversos pontos e explorar as potencialidades dos membros, para que assim, os envolvidos não só obtenham resultados excepcionais, como também se desenvolvam.

Para mediar as diferenças, Gilberto Sarfati, professor da Fundação Getúlio Vargas – FGV, aborda que é necessário que o líder tenha Inteligência Cultural, que envolve algumas habilidades, como a capacidade de mudar o estilo de liderança conforme a necessidade – liderança intercultural, conhecimento da estrutura organizacional da empresa, ter em mente os princípios estratégicos e valores que norteiam a organização e saber lidar com as diferenças, bem como ter flexibilidade.

equipe unida

É importante ressaltar que valores universais, bem como características pessoais, como integridade, humildade, determinação etc. podem potencializar a inteligência cultural. Mas, nada impede que essas habilidades sejam desenvolvidas, por meio de experiências internacionais, treinamentos, participação em equipes multiculturais etc.

A vivência em contexto global, pode ser exemplicada pela experiência de Carlos Ghosn, nascido em Rondônia – Brasil, com origens libanesa e naturalizado francês. Carlos, estudou Engenharia na École Polytechnique – França, foi Diretor Geral da Michelin para América do Norte e em 1996 se tornou executivo no Grupo Renault. Hoje, Ghosn é CEO da Renault-Nissan, uma das maiores montadoras de automóveis do mundo, ele foi o responsável por reestruturar a Nissan e transformar o imenso prejuízo que a empresa acumulava, em uma das empresas mais rentáveis do setor automobilístico, na atualidade.

Ele é um dos líderes mais admirados do mundo e um dos CEO’s mais bem pago. Carlos Ghosn é fluente em árabe, francês, português, inglês, japonês e espanhol. Dentre outros fatores, sua capacidade, competência, habilidade e inteligência cultural, possibilitou uma trajetória brilhante em ambientes multiculturais.

Para a melhor perfomance em ambientes multiculturais, é necessário que se compreenda os obstáculos para sucesso de uma equipe. Kristin Behfar, professora de Business Administration na University of Virginia e Jeanne Brett da Kellog School Management, indentificaram quatro categorias de obstáculo: a comunicação direta versus indireta, a dificuldade com o idioma, atitudes distintas em relação à hierarquia e autoridade, e normas conflitantes de tomada de decisão.

lider humilde

Para superar esses obstáculos, compreendendo a causa do problema, é possível o uso de algumas estratégias, como: a adaptação, admitindo as diferenças culturais; a intervenção estrutural, reorganizando ou modificando a equipe visando reduzir os conflitos; a intervenção gerencial, delineando as normas e principios regentes, e saída, que é a remoção de um membro, quando as outras estratégias não são mais eficazes.

Desse modo, compreendendo e aceitando as diferenças, entendendo os obstáculos a serem enfrentados, aplicando as estratégias adequadas e desenvolvendo a inteligência cultural, é possível a obtenção de resultados extraordinários, bem como a tomada de decisões com menores riscos e por fim, o aumento dos lucros e receitas das organizações.

Fonte: http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/seja-um-lider-multicultural-a-importancia-da-gestao-multicultural/84135/


Leia também

O perigo de uma única história

Clique aqui

Reader Interactions

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.