Quem é você no carnaval?4 min de leitura

O carnaval vai começar! Já imaginaram como cada perfil psicológico do MBTI® se comportaria no carnaval? Pois é, nós imaginamos. Vejam só.

 

ESTJ  – O folião trator – Se atenta e comenta os detalhes de todas as fantasias, inclusive coisas que ninguém percebe. Faz piadas sobre as músicas carnavalescas que não gosta e fica atento aos custos da folia, afinal, quer estar no controle tanto da situação, quanto de seu orçamento.

 

ESFJ – O Amigão – É o anfitrião de todas as festas de carnaval. Organiza a entrada das pessoas e as atrações que serão destaque nos bloquinhos e na avenida. Abraça conhecidos e novos amigos de carnaval. Termina em cima do trio elétrico, cantando junto com a Ivete.

 

ISTJ – O Planejador da folia – Preocupar-se-á com cada detalhe mínimo do feriado. Vai pensar em tudo o que pode dar errado, para quando chegar na festa se divertir sem preocupação. Quando chega, julga silenciosamente as pessoas bêbadas e irresponsáveis.

 

ISFJ – O Politicamente correto – Toma conta de tudo e de todos. Não bebe muito e nem sai pegando geral. Sempre precavido, é quem tem o kit de primeiros socorros, quem sabe os horários de pico do trânsito e os melhores lugares para ir.

 

ESTP – O Arroz de festa – Quanto mais folia melhor! Vai em todas as festas, é sempre o primeiro a chegar e o último a sair. Aproveita ao máximo e adora descobrir novos bloquinhos, lugares diferentes e prazeres momentâneos.

 

ESFP – O Animadão – É quem agita a galera e faz todo mundo ficar a fim de cair na folia. Sua animação contagia a todos e sempre transforma a festa na melhor de todas! Quer curtir o momento ao máximo, sem pensar muito no pós-festa.

 

ISTP – O Bagunceiro – Presta atenção nos bastidores do carnaval, ao invés de se ligar nas atrações principais. Vai apenas por consideração aos amigos íntimos e sente muita preguiça de estar com tanta gente no mesmo lugar que ele.

 

ISFP – O inusitado – Aparece com um traje concreto, no qual trabalhou meses para confeccionar. Ganha o prêmio de melhor fantasia, mas não chega a tempo de receber o troféu porque está escondido, paquerando alguém.

 

ENFJ – O Rei do Camarote – Conhece as pessoas mais importantes, tem acesso a todos os camarotes e desfila ao lado das celebridades. No seu círculo de amigos, influencia todos a seguirem suas dicas e a irem nos trios que ele escolheu.

 

ENFP – O Diferentão – Ele busca o sentido profundo de tudo e encara o carnaval como uma manifestação cultural transcendental. Estuda sua história, etimologia e os impactos sociais e culturais sobre a vida de todos. Faz melhores amigos em cinco minutos e termina o carnaval com mais 300 amigos adicionados em seu Facebook.

 

INFJ – O mentor da folia – Esse cara é introvertido, dança de forma discreta e sem chamar muito a atenção. Vangloria-se da fantasia que veste, na qual está refletindo desde fevereiro do ano anterior.

 

INFP – O da paz – No baile de carnaval é aquele que veste uma fantasia romântica, sonhando em encontrar o amor de sua vida. Idealiza que o carnaval desse ano será O CARNAVAL DE TODOS OS TEMPOS e deve tomar cuidado para não se frustrar.

 

ENTJ – O chefão – Lidera o grupo de amigos. Organiza todos para que tudo aconteça como da forma como ele acha correto. Planeja o feriado, com todas as festas, bloquinhos e restaurantes a visitar, delegando funções a todos: quem vai comprar a bebida, providenciará o transporte, cuidará da acomodação, etc.

 

ENTP – O intenso – Com ele é 8 ou 80 = ou fica em casa ou se joga nas para festejar da sexta-feira até a quarta-feira de cinzas, quinze minutos antes de entrar no trabalho. Quer argumentar sobre todas as polêmicas carnavalescas, mesmo que não tenham a menor importância.

 

INTJ – Crítico do carnaval – Ele não é muito dessas bagunças. Certamente vai ficar em casa e aproveitar o tempo para curtir sua solidão, tão esperada. Irá ler cinco livros até quarta-feira. Assistirá ao resumo do carnaval pela TV e comentará sobre tudo o que achar fora de contexto.

 

INTP – Pular carnaval para quê? – Vai com uma fantasia cheia de conceito e tenta explicar para alguns conhecidos suas ideias revolucionárias. Ao perceber que não é entendido, guarda para si todos seus conceitos. Prefere observar o que acontece ao seu redor do que se jogar no meio das pessoas.

Reader Interactions

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.