Empreendedores mais velhos: a mentalidade das startups não é mais vinculada pela idade7 min de leitura

empreendedores-mais-velhos-startups

Existe uma tendência recente, influenciada pelo sucesso espetacular de empresas como o Facebook, que deixa implícito que a juventude é o segredo para o sucesso das startups, especialmente no setor tecnológico.

Dois dos fatores que motivam isso são as percepções que os investidores acreditam, onde as pessoas mais velhas não têm a força empreendedora que os jovens têm e uma série de artigos publicados por eles promovem esta ideia. Mas houve uma repercussão imediata acerca disso com uma discussão pública ocorrida no website quora.com.

Vale destacar que no Vale do Silício, 35 anos era a idade considerada como o ápice do empreendedorismo! Fora da indústria tecnológica as mesmas atitudes prevalecem, mesmo que a idade na qual as pessoas estejam “muito velhas” seja de certa forma mais alta.

Acontece que há pesquisas mostrando que os mais idosos não somente começam seus próprios negócios, mas que os negócios iniciados por idosos são na verdade mais bem-sucedidos do que a média. Um estudo feito pela Kauffman Foundation, que entrevistou 652 CEOs e chefes de desenvolvimento de produtos nascidos nos EUA, mostrou alguns resultados interessantes. Especificamente:

  • A idade média dos fundadores de empresas tecnológicas nascidos nos EUA era de 39 anos, quando fundaram suas companhias. O número de pessoas com mais de 50 anos era duas vezes maior, assim como os que tinham menos de 25 anos.
  • Os fundadores que possuíam MBA estabeleciam suas companhias em menos tempo (13 anos) que os outros. Aqueles que tinham PhD geralmente esperavam 21 anos para se tornarem empreendedores da tecnologia, e aqueles que tinham diploma de mestrado levavam menos tempo para começar suas empresas do que aqueles que tinham apenas bacharelado (14,7 anos e 16,7 anos respectivamente).

É pouco provável que qualquer mudança na capacidade empreendedora ocorra com a idade. Certamente não é um problema em ter ideias. Por exemplo, Benjamim Franklin inventou as lentes bifocais aos 76 anos. Whitney Johnson, através da sua publicação na revista de Harvard, acredita que os empreendedores melhoram com a idade. O bilionário Carlos Slim (que tem 73 anos), uma das pessoas mais ricas do mundo, acredita que os trabalhadores de economias desenvolvidas chegam no seu ápice aos 60 anos. Vivek Wadhwa, conhecido acadêmico e tecnólogo afirma que as ideias vêm da necessidade; compreender a necessidade vem da experiência e esta experiência vem com a idade. Outros fatores como a aversão a riscos claramente mudam com a idade, mas a experiência com problemas econômicos também conta como fato. Uma pesquisa feita pela American Express observou os fatores que movem o empreendedorismo por entre grupos de idade, mostrando as mudanças ao longo do tempo em aversão a risco, assim como a paixão.

Nenhuma destas informações devem ser consideradas como algo surpreendente. A realidade é que algumas pessoas possuem uma força empreendedora inerente. Outras pessoas a desenvolvem ao longo do tempo e outras obtém esta força por necessidade. E a experiência claramente ajuda com o sucesso. Um estudo interessante feito pela Founder Institute descobriu que até os 40 anos de idade, aproximadamente, os negócios eram mais propensos a serem bem-sucedidos na medida em que a idade de seus fundadores avançava, mas que tal melhoria se estagnava aos 40 anos.

Precisa de mais evidência? Aqui estão nove empreendedores (e meio) que começaram seus negócios acima de 60 anos de idade e tiveram muito sucesso.

Lynne Brooks (idade no início da startup: 60)

Lynne Brooks ganhou o “Later-Life Story Contest” no Center for Productive Longevity com sua história sobre deixar um trabalho que não gostava aos 59 anos de idade e em seguida ser demitida de um outro emprego em menos de 1 ano depois. Assim, ela montou seu próprio negócio sem fins lucrativos, a Big Apple Greeter, em 1992 como um programa de acolhimento de visitantes em Nova Iorque.

Ray Corkran (idade no início da startup: 60)

Ray Corkran decidiu entrar na área de cuidado com os idosos um pouco por conta de um incidente ocorrido com sua família. Ele entrou de vez aos 60 anos quando comprou a franquia Home Instead, citando a incerteza do Medicare e do Medicaid e a geração “baby boomer” alcançando a 3ª idade como razões para ser otimista em relação às finanças. No pior dos casos, ele teria um lugar para descansar em 20 anos, se fosse o caso.

Wally Blume (idade no início da startup: 62)

Blume passou mais de 20 anos no ramo dos laticínios e depois passou um tempo criando um negócio no ramo de sorvete com alguns parceiros. Ele obteve sucesso com um sabor e decidiu hipotecar a casa para comprar a parte de seus parceiros, criando a Denali Flavors. A companhia já teve mais de US$85 milhões em vendas anuais.

Mary Tennyson (idade no início da startup: 63)

Mary Tennyson teve sua ideia após sua mãe tropeçar, cair e quebrar a bacia. Sua mãe (ainda ativa mesmo usando um andador) tinha problemas em carregar sua bolsa. Então Mary decidiu criar uma bolsa que se acopla a um andador. O resultado foi o bem-sucedido StashAll.

Gail Dunn (idade no início da startup: 64)

Gail Dunn tinha anos de experiência trabalhando com carros quando decidiu montar um negócio que ajudava mulheres e outras pessoas que tinham problemas ao lidar com a indústria automobilística. Então, aos 64 anos de idade ela montou o Women’s Automotive Connection para oferecer serviços e aconselhamentos automotivos. Eles comandam acampamentos automotivos e muito mais.

Harlan Sanders (idade no início da startup: 65)

Talvez mais conhecido pelo seu outro nome, Coronel Sanders é um nome familiar que fundou a Kentucky Fried Chicken (KFC). Depois da sua carreira militar e não tendo êxito em várias frentes de negócio, ele pegou seu cheque da previdência social e fundou sua famosa franquia, que foi vendida em 1964.

Lisa Gable (idade no início da startup: 70)

Em uma idade onde muitos se aposentariam, Lisa Gable cansou-se do aborrecimento e inventou uma nova alça de sutiã, a Strap-Mate, que possui uma vasta distribuição e está disponível até hoje. Ela ainda comandava a empresa aos 85 anos de idade!

Art Koff (idade no início da startup: 72)

Art se aposentou aos 65 anos, como muitas pessoas, mas não aguentava ficar parado e sabia que muitas pessoas mais velhas estavam no mesmo barco. Então ele montou um quadro de empregos para outras pessoas idosas chamada Retired Brains, em 2003. Sua empreitada continua indo bem há 10 anos, assim como ele.

Jeanne Dowell (idade no início da startup: 80)

Jeanne Dowell passou mais de 40 anos ensinando ioga, inclusive dentro do Comitê Olímpico americano. Então, em 2008 ela fundou a confecção Green Buddha com sua filha, Dana Dowell Windatt, com o objetivo de inspirar a gratidão. A empresa dá o exemplo disso doando parte dos seus lucros à caridade.

Já temos 9. Mas e o “meio” citado anteriormente? Este artigo começou falando sobre a indústria da tecnologia e uma forte propensão desta indústria a procurar a juventude. E há um forte empreendedor tecnológico que criou uma companhia MUITO bem-sucedida que já possui mais de 60 anos. Mas ele também criou uma empresa muito bem-sucedida antes daquela, quando tinha apenas 46 anos.

David Duffield (idade no início da startup: 46 ou 64)

Duffield foi um dos fundadores da Peoplesoft – um empreendimento de softwares bem-sucedido, que no fim foi adquirida pela Oracle. Após a aquisição, ele descobriu a Workday – outra companhia de softwares que parecia ser tão bem-sucedida quanto – e ele a fundou com 64 anos de idade.
Está claro que a idade não é um fator crucial para o sucesso de uma startup. Boas ideias, paixão, comprometimento, energia e experiência são. Um aviso aos investidores – preste mais atenção na experiência e menos na juventude.

Fonte: https://www.aabacosmallbusiness.com/advisor/older-entrepreneurs–the-startup-mentality-is-not-bound-by-age-000959494.html


Leia também

CONTROLANDO O INCONTROLÁVEL: O USO DO INSTRUMENTO MBTI® NA FACILITAÇÃO DO TREINAMENTO NA CANADIAN POLICE COLLEGE

Clique aqui

Reader Interactions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fellipelli