Birkman®: 4 tipos de personalidade | Sensacionalismo vs. Realidade6 min de leitura

O sensacionalismo é divertido… Agora, vamos falar sobre a realidade humana

É empolgante ver notícias e discussões sobre personalidade nos principais meios de comunicação, como o Washington Post, Time, Newsweek, nossos feeds de mídia social e tantos outros canais seguindo os resultados da pesquisa da Northwestern University publicada na Nature Human Behavior.

Na Birkman®há milhões de históricos disponíveis de mais de 65 anos no negócio de avaliação de comportamento, então não houve nenhum momento que nos surpreendesse nessas descobertas. Mas eles certamente fornecem um ponto de partida animador para a conversa sobre personalidade, comportamento e percepção, o que requer aprofundar na natureza humana para obter resultados significativos.

Figura 1 Representação de dois lados de personalidade comum a todos.

Quando falamos de personalidade, a maioria das pessoas discute como elas aparecem e se apresentam para o mundo. Quais características e comportamentos tipicamente representam quem eu sou? Eu ajo como um extrovertido ou introvertido? Ou, nas últimas notícias, pareço alguém que é Médio, Reservado, Egocêntrico ou um Modelo Padrão?

É uma pergunta difícil de responder. E isso porque, para 70% da população, sua personalidade externa é diferente de sua personalidade interna. Sim, as pessoas têm dois lados diferentes – como elas se socializam para aparecer em público e uma personalidade mais profunda e oculta que revela suas expectativas e necessidades internas de outros. 

Essa é a personalidade que não podemos ver, mas quando revelada e entendida, tem o poder de mudar vidas.

Por exemplo, eu me descreveria como extrovertido na maior parte do tempo. Eu sou simpático e extrovertido. Mas há também uma parte de mim que se sente mais introvertida às vezes. Não é como eu me identifico, mas ter tempo sozinho é uma grande parte de quem eu sou.

Dana Scannell, psicóloga organizacional e presidente da Scannell & Wight, uma empresa de consultoria internacional especializada em liderança, coaching e desenvolvimento de equipes, ressalta a importância de medir esse lado oculto.

“A maioria das conversas relacionadas à psicometria do local de trabalho simplifica demais a complexidade do capital humano. Os problemas das pessoas nas organizações estão enraizados nessas diferenças perceptivas. A capacidade de medir e comunicar expectativas inéditas têm sido a ferramenta mais transformadora em minha prática”.

Há uma razão pela qual o Tipo Médio de Personalidade se autorrelata como um pouco mais extrovertido do que a linha de base, e isto porque, como sociedade, decidimos que ser social é algo positivo.

Queremos aparecer como a pessoa social, mas, depois de um longo dia de trabalho, o que mais precisamos é de tempo para ficar sozinhos, tempo para sermos quem somos por dentro.

Figura 1.1 A importância da percepção de mundo de cada um.

Essa é a dualidade da personalidade – a qualquer momento, nossas percepções estão trabalhando dentro de nós e as usamos para navegar e prosperar em nosso mundo social.

Quando nos autorrevisitamos sobre nossos traços de personalidade, inconscientemente contamos a história que achamos que o mundo quer ouvir. Quando descobrimos o lado oculto de nossa personalidade, começamos a contar a história que o mundo precisa ouvir.

Esta é a preocupação que as empresas devem ter agora. Como podemos entender as personalidades externas e internas de meu funcionário? Como podemos entender sua percepção do mundo?

Nossas personalidades externas e internas criam nossas percepções. E a ideia de que cada um de nós tem uma percepção única, um filtro através do qual vemos o mundo, é uma das partes estáveis de quem somos. 

Há uma razão pela qual, com idades entre 15 e 16 anos, vemos jovens adolescentes distorcendo nossos dados de personalidade. Isso porque suas personalidades e percepções ainda não foram totalmente formadas. Nesta idade, ainda estão se desenvolvendo – do ponto de vista biológico e social. Esperamos que os idosos sejam menos neuróticos e mais conscientes do que os menores de 20 anos, mas isso não representa uma mudança na personalidade, representa o desenvolvimento pelo qual a maioria de nós passa enquanto nossas personalidades estáveis se desenvolvem.

Em um mundo dinâmico e em constante mudança, nossas percepções são uma das coisas com as quais podemos contar como verdade, como nossas próprias realidades pessoais. Personalidade e percepção são estáveis, ao contrário da maioria das outras partes de nossas vidas.

Quando interagimos com pessoas diferentes, diferentes partes de nossas personalidades são acionadas dentro de nós. Frequentemente, isso pode dar a impressão de que estamos mudando, quando, na verdade, estamos apenas tendo uma reação diferente baseado nas pessoas ao nosso redor. O crescimento em nossa inteligência – tanto QI quanto QE – também dá a impressão de que não somos mais o tipo de personalidade “Autocentrado”, quando na verdade acabamos de aprender como administrar melhor nossos comportamentos e entender como fazer nossa personalidade funcionar melhor para nós em diferentes situações.

As pessoas ao seu redor e sua inteligência podem dar a impressão de que sua personalidade está mudando, quando, na verdade, tudo está. À medida que continuamos a amadurecer e a encontrar nosso caminho ao longo das experiências de vida, aprendemos a lidar com nossas percepções profundamente enraizadas de maneiras mais produtivas.

Mesmo se pertencermos a um dos quatro tipos de personalidade, há uma camada importante por baixo, e é aí que nossa diversidade e singularidade inata estão enraizadas. Às vezes, temos que olhar além da superfície para ver onde está a verdadeira magia e entender nossa própria realidade pessoal única – ela afeta toda a nossa existência.

O instrumento Birkman® é um assessment de diagnóstico comportamental, que avalia a motivação, necessidades e estresse no ambiente de trabalho. Ele identifica com precisão: comportamentos sociais, expectativas subjacentes em relação ao ambiente de trabalho, potenciais reações de estresse (caso as expectativas não sejam atendidas), preferências ocupacionais e pontos fortes organizacionais. Esta ferramenta visa entender como cada um se vê, assim como as pessoas ao redor.

Para saber mais, clique aqui!

Fonte: https://blog.birkman.com/four-personality-types-lets-talk-about-human-reality

Traduzido e revisado por Fellipelli Consultoria Organizacional.

Tema: Birkman®

Subtema: A complementariedade entre as duas personalidades do indivíduo, a externa e a interna.

Objetivo: Autoconhecimento, Autodesenvolvimento, Coaching, Coaching nas Empresas, Desenvolvimento de Liderança, Desenvolvimento Organizacional.

Produtos relacionados

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.